Sem educação, a pessoa não se torna gente

O ESTADO DE SÃO PAULO – 17/10/2006 (Adaptado)

Crodowaldo Pavan*

O Homo sapiens, diferente de todos os outros seres vivos existentes na Terra, recebe dois tipos de herança. A primeira é a herança biológica, representada pelos seus genes, que recebe na época da concepção. E a segunda, a herança cultural, que lhe deve ser fornecida depois do nascimento.
A herança cultural, representada principalmente pela educação, infelizmente é fornecida para poucos, e para muitos de forma incompleta e até certas vezes nula, não permitindo que muitas pessoas se tornem gente.
Dados recentes da ONU mostram que mais da metade da população humana, por falta de alimento, saúde e educação básica na infância e na juventude, não atinge o nível daquele que, além de suas condições físicas e fisiológicas, usa também as condições mentais.
Infelizmente, sem essa educação básica, essa educação bem-feita, o indivíduo não desenvolve as suas condições mentais, não vira gente e na realidade é um lixo na superfície da Terra.
Mais de 3 bilhões de pessoas, segundo os dados da ONU, vivem em situação desumana e, infelizmente, com poucas possibilidades de encontrar uma solução para terminar com essa desgraça injustificável.
Há cerca de um ano ou dois, o famoso escritor português Saramago, estando no Brasil, foi entrevistado pelo jornalista Boris Casoy, da TV Record. Eu assisti a essa entrevista dele. Nessa entrevista, uma hora qualquer, o Saramago diz para Boris: “Tu sabes, Boris, que uma comissão americana de análise de cultura constatou que em Nova Iorque existem 17% de pessoas analfabetas funcionais, ou seja, pessoas que sabem ler e escrever, mas que, em lendo os jornais, não são capazes de interpretar suas notícias”. E mais ainda diz Saramago: “Sabes tu, Boris, que em Portugal devemos ter 65% desse tipo de analfabetos”. Boris respondeu: “Tanto assim, professor?”. “É”, retrucou o escritor, “e vocês brasileiros devem ter mais”.
Na realidade, muitos professores primários e até membros do governo acham que alfabetização significa ensinar a ler e escrever. Na verdade, ler e escrever são instrumentos para educação e os que sabem só ler ou escrever não são por isso alfabetizados.
* É biólogo e geneticista

Leave a comment

Filed under 2º Bimestre

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s